AGROBALSAS 2022 – Cassiano Pereira, da SEINC do Maranhão exalta a importância do evento e defende a atração de agroindústrias para o Cerrado maranhense

Por Published On: abril 29, 2022Categorias: AGROBALSAS, FAPCEN, Tips & Tricks

A Secretaria de Indústria e Comércio do Maranhão (SEINC) é uma das pastas do Governo do Maranhão que estarão presentes no AGROBALSAS, expondo e propondo suas políticas de incentivo e atração de investimentos para o estado. O Jornalista Antônio Oliveira, assessor de comunicação do evento, conversou com o titular desta pasta técnica, Cassiano Pereira Júnior. A pauta, é importância desta feira maranhense e a visão do estado sobre a necessidade de se buscar uma outra etapa na matriz de produção do Cerrado maranhense, a agroindustrialização de seus produtos na própria região.

Nesse contexto, é importante considerar que, se por um lado, já somos detentores de recordes de produção de grãos no Cerrado maranhense – uma realidade exitosa e referencial decorrente do esforço persistente e resiliente do produtor rural do nosso estado-, é preciso ir além e nos comprometermos – poder público e iniciativa privada -, com a implantação de uma agenda supra institucional que possibilite agregar valor às nossas commodities”, disse ele no decorrer da entrevista.

Nossa conversa, o leitor pode ver a seguir:

 

Ascom/AGROBALSAS – Secretário, o Cerrado maranhense cada vez mais se consolida como uma das maiores regiões produtoras de grãos e fibra no universo nacional e até internacional do agronegócio. Entretanto, já, acredito eu, está no momento oportuno da região se agroindustrializar, aqui mesmo, seus produtos primários, agregando mais valor à produção, gerando mais impostos para o Estado e mais geração de renda e empregos para o Cerrado do Maranhão, consequentemente, para o estado. O que pensas sobre esta questão e o que pode fazer ou estar fazendo o Estado para reverter este quadro?

 

Cassiano Pereira Júnior – Não se pode minimizar a importância da questão suscitada por sua pergunta, uma vez que ela evidencia a necessidade de se construir parcerias republicanas, por meio da qual seja possível a

convergência dos esforços públicos e privados efetivamente comprometidos com o processo de adensamento das cadeias produtivas do agronegócio em nosso estado.

Nesse contexto, é importante considerar que, se por um lado, já somos detentores de recordes de produção de grãos no Cerrado maranhense – uma realidade exitosa e referencial decorrente do esforço persistente e resiliente do produtor rural do nosso estado-, é preciso ir além e nos comprometermos -(poder público e iniciativa privada -, com a implantação de uma agenda supra institucional que possibilite agregar valor às nossas commodities.

Essa não é de forma alguma uma questão que possa ser relegada a um segundo plano, pois ela apresenta-se como sendo absolutamente prioritária, visto que ela tem rebatimento direto nos vetores socioeconômicos da economia de nosso estado.

Com esse entendimento, ao assumir a SEINC (Secretaria de Indústria e Comércio), orientei a equipe a intensificar ainda mais a estruturação e implementação de ações que tenham como escopo o fomento ao adensamento das cadeias produtivas instaladas no Maranhão, e em particular, as do agronegócio, considerando, sobretudo, o estratégico potencial comprador dos mercados local, regional, nacional e internacional.

 

Ascom/AGROBALSAS – Neste contexto, qual é a importância do AGROBALSAS?

 

Cassiano Pereira Júnior – O AGROBALSAS é, sem dúvida, uma vitrine importante para toda a cadeia produtiva do nosso Estado. É um espaço especial para nossos empreendedores e extremamente importante nesse momento de retomada econômica.

 

3 – O que sua pasta vai mostrar em sua vitrine a ser montada no evento?

 

Cassiano Pereira Júnior –Nos cinco dias de evento, cerca de 45 empresas maranhenses e players relacionados aos segmentos trabalhados no “Maranhão Mais Produtivo” terão a oportunidade de expor e comercializar os seus produtos no Espaço de Negócios, que visa destacar o potencial comprador do mercado maranhense, a diversidade e a qualidade da produção local, além de fomentar novos negócios.

O Programa “Maranhão Mais Produtivo” tem como foco estratégico a valorização das vocações regionais, incentivo à cultura empreendedora, adensamento das cadeias produtivas, estímulo à inovação, qualidade e produtividade, algo extremamente importante neste momento de retomada econômica, viabilizando uma aproximação com os empreendedores.

 

Ascom/AGROBALSAS – Alguma mensagem especial aos expositores e produtores rurais da região?

 

Cassiano Pereira Júnior – O Governo do Maranhão está ao lado do empreendedor, dos produtores rurais, buscando fomentar as cadeias produtivas envolvidas na geração de emprego e renda, principalmente após dois anos de muita turbulência econômica por conta da pandemia. Não estamos medindo esforços para que, juntos, possamos dar solidez à economia de nosso estado.
Texto: Antônio Oliveira

 

Compartilhe, Escolha a Sua Plataforma!